Deveres de conduta ética no transporte aéreo

Vai viajar? Com a ajuda de especialistas, o Fantástico montou um manual de etiqueta para você não cometer gafes. Saiba também quais são os seus direitos.


Algumas regras de avião são oficiais e anunciadas pelos comissários antes da decolagem da aeronave, mas existem também outras regras que ninguém fala: são as de etiqueta pessoal, que podem atrapalhar bastante a vida do passageiro ao lado. Especialista explica o que fazer e o que não fazer em uma viagem de avião:

Passageiros no corredor do avião — Foto: Creative Commons/Daniel Lobo 1. Sempre chegue no aeroporto com antecedência Parece uma dica óbvia, mas é bom se planejar para chegar um pouco antes do horário indicado. Por conta de check-in e documentação, muitas pessoas não conseguem embarcar. Isso acaba se tornando um transtorno para os passageiros que não observam os detalhes. Por isso, sempre chegue com antecedência para resolver eventuais problemas e embarcar com tranquilidade. 2. Respeite as regras de bagagem Hoje, muitas companhias têm diferentes regras para bagagem despachada e bagagem de mão, então é extremamente importante observá-las. Muita gente não dá atenção e, na hora, isso acaba se tornando um fator de estresse. É importante observar as regras da empresa em que se está embarcando e também conferir as informações na passagem que comprou. 3. Após o embarque, só leve malas e bolsas que você consegue carregar sozinho Muita gente faz malas muito pesadas, que não conseguem nem carregar, nem colocar no bagageiro superior da aeronave. Quem transporta muito mais do que pode carregar, atrapalha o fluxo no corredor, trava o embarque e estressa outras pessoas. Sempre coloque mochilas e bagagens menores embaixo da poltrona à sua frente. 4. Sempre use fone de ouvido O uso de dispositivo sonoro em ambiente coletivo é proibido. Essa regra é básica, mas muita gente não respeita e acaba estressando os outros passageiros por conta disso. Falar baixo e conversar baixo, para não incomodar os outros clientes são regras básicas também. 5. Respeite o aviso de atar cintos e tenha paciência Você chegou com antecedência no aeroporto, fez check-in, embarcou, decolou. Agora que está tudo bem lá em cima, bate a fome, a vontade de ir ao banheiro. Mas às vezes, aquela turbulência inesperada surge e o aviso de atar cintos fica aceso. Enquanto este aviso está ligado, não se pode fazer o serviço de bordo, nem levantar da cadeira. Tenha paciência e lembre-se sempre: a segurança de voo é que vem em primeiro lugar.

Fonte: Sindicato Nacional dos Aeronautas.




  • Facebook - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco